Mensagem da Diretoria

O Postalis reorganizou sua governança e adotou as melhores práticas de mercado para proteger seu patrimônio e garantir a continuidade do fundo de pensão. O Instituto é o quarto maior fundo em número de participantes e é classificado como Entidade Sistemicamente Importante (ESI) para o setor de previdência complementar do País. Ao concluir o ciclo de avaliação do Instituto, referente aos anos de 2021 e 2022, o órgão regulador e fiscalizador (PREVIC) destacou o aprimoramento de controles e a transparência na comunicação dos atos da administração aos participantes e beneficiários. É gratificante receber o reconhecimento do quanto já avançamos e é muito importante que o Postalis se mantenha atento à uma evolução e aprimoramento contínuo, pois ainda há muito o que se fazer.

Algumas ações ilustram como fortalecemos essa estrutura em 2022. Realizamos um Workshop de Governança e Gestão de Riscos, com a participação de equipes técnicas do Postalis e dos Correios. Aprovamos o Manual Normativo de Privacidade e Proteção de Dados do Instituto, em busca de boas práticas e do cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Também promovemos a terceira edição da Semana de Ética e Integridade, com a presença de todo o quadro de funcionários, que teve como objetivo construir e fortalecer a cultura institucional ética e íntegra entre os colaboradores, os membros dos comitês de assessoramento, bem como estagiários, aprendizes e terceirizados.

Externamente, nossos públicos, parceiros, mídia, mercado e sociedade demonstraram a retomada da credibilidade do Instituto por meio das notícias veiculadas na imprensa e dos processos de seleção de gestores de recursos e colaboradores. As eleições para novos representantes dos nossos participantes e assistidos nos Conselhos Deliberativo e Fiscal, nesse ano, mais uma vez ocorreu com lisura, transparência e eficácia.

Mantivemos um relacionamento muito próximo com as entidades representativas dos participantes ativos e assistidos, de forma transparente e colaborativa. Inclusive, o canal de atendimento telefônico criado exclusivamente para que essas entidades tratem conosco de demandas coletivas e de interesse dos participantes seguiu atuante.

Do mercado financeiro, recebemos propostas de mais de 50 instituições para investimentos em crédito privado. Nesta seara, elaboramos propostas públicas para selecionar sempre gestores idôneos e capazes de trazer resultados positivos para as alocações de recursos, abandonando um passado de prejuízos e malversação dos planos de benefícios.

Em março de 2022, o plano Postalprev ultrapassou R$ 7 bilhões em ativos. Este foi um fato histórico e uma marca simbólica para o Postalis, pois coloca o plano de benefícios entre os maiores do País na modalidade de Contribuição Variável (CV), tanto em relação à quantidade de participantes quanto ao montante de recursos garantidores. O Postalprev obteve rentabilidade de 9,9% em 2022, mesmo num ano de queda da bolsa de valores e grande volatilidade no mercado financeiro.

Já o Plano de Benefício Definido (PBD) atingiu rentabilidade de 15,2% no ano, superando a meta atuarial em 38%, apesar da maior inflação no período. Esse resultado foi fortemente impactado pelo reforço das recuperações de ativos realizadas no período.

O trabalho de reconstrução da governança corporativa e de investimentos do Postalis caminha em paralelo com a melhoria dos serviços aos nossos participantes. O modelo de atendimento que vem sendo construído visa agilidade e qualidade em nossos canais de comunicação, aliadas à autonomia do participante por meio do autoatendimento no Postalis Online e no aplicativo do Instituto.

Nosso atendimento cresceu em quantidade de respostas e importância aos participantes, atingindo 335 mil no ano (1.340 atendimentos por dia), com crescimento de 15%. Os acessos ao Postalis Online pelo autoatendimento alcançaram 1,8 milhões (7.243 acessos diários), com evolução de 24%. Os assuntos mais consultados pelos participantes são os empréstimos, atualização cadastral e atualização de benefícios.

Um dos serviços bastante valorizado por nossos participantes, o de empréstimos, passou por avanços em 2022. Desde maio, os pagamentos dos créditos de concessão ocorrem em dois dias da semana. Com a criação de um Núcleo de Atendimento telefônico especializado no assunto, aprimoramos a comunicação com atendentes vinculados à área de empréstimos. Foi implementado um novo Módulo de Renegociação de Dívidas, para possibilitar que os atendentes emitam boletos de quitação e/ou parcelamento de débitos, já considerando os descontos oferecidos em campanhas de recuperação de crédito. Outra novidade foi a efetivação do Desconto Parcial em Folha, permitindo o desconto correspondente à margem consignável da parcela no pagamento da remuneração pelos Correios e a diferença faltante via boleto, disponível no Postalis Online.

Nossa campanha de recadastramento, fundamental para manter dados confiáveis e evitar o pagamento de benefícios indevidos, alcançou 93,6% do público em questão, com mais de 28 mil aposentados. Neste esforço, ao longo de mais de quatro meses, nos comunicamos pelos nossos canais tradicionais (site, SMS e e-mail marketing), por meio do Conecta Postalis (lives pela internet), além de uma força-tarefa que telefonou aos sábados para os aposentados, no sentido de orientar e lembrar sobre a obrigação da prova de vida, visando evitar a interrupção dos pagamentos.

A dedicação em buscar as melhores soluções levou a equipe do Postalis a conquistar o Selo de Engajamento 2022, concedido pela associação do nosso segmento (Abrapp). Ele atesta o alto nível de identificação dos colaboradores com os objetivos e valores do Instituto, resultando em um ambiente de trabalho mais produtivo.

A prestação de serviços com qualidade também passa por um rígido controle de gastos. Mais uma vez, o Postalis se destacou por ter um dos menores custos administrativos por participante, entre as Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPCs) do País, segundo a Previc. A despesa administrativa per capita foi de R$ 599,46 em 2022, correspondendo a menos da metade do gasto das entidades consideradas sistemicamente importantes (ESI) e cujo custo médio anual per capita supera R$ 1,3 mil por ano.

Na esfera judicial, o Postalis também deu passos importantes em 2022. O Instituto conseguiu vitórias em duas das ações de reparação de danos, referentes à aquisição de cotas de fundos imobiliários e de direitos creditórios. Elas ainda estão sujeitas a recurso, mas já indicam o aumento da probabilidade de recuperação dos desvios praticados em gestões passadas pelo banco BNY Mellon, então administrador e gestor de fundos de investimentos da nossa entidade.

Em paralelo, um acordo judicial firmado pela União e pelo Postalis, em conjunto com outros 87 fundos de pensão, permitiu o encerramento de uma disputa de 31 anos. O pacto foi negociado pela Abrapp (associação que representa os fundos de pensão), para que essas entidades tenham direito à correção monetária referente aos investimentos em Obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento (OFNDs). O valor será pago de forma parcelada por meio de precatórios, mas já foi registrado e incorporado ao patrimônio do Plano BD Saldado.

Mesmo diante dessas boas notícias, o Postalis continua necessitando com urgência de uma solução definitiva para sanar o déficit do Plano BD, o qual é o mais longevo do sistema brasileiro de previdência complementar. Ainda em 2021, a gestão do Instituto encaminhou a proposta de solução para os órgãos externos competentes. Ao longo do ano, realizamos lives com milhares de participantes sobre as alterações do regulamento do plano e atualizamos o hotsite com informações sobre a solução e seus impactos. As aprovações externas à gestão do Instituto, exigidas pela legislação, não ocorreram em 2022 como esperávamos. Devido a isso, fomos obrigados a colocar em vigor novas alíquotas extraordinárias para participantes e patrocinador.

O equacionamento do déficit do PBD é crucial para a recuperação da solvência e liquidez do plano! Por isso, acreditamos firmemente que a situação será resolvida e que, em futuro breve, o Postalis poderá retomar na plenitude a sustentabilidade de seu plano de benefício definido, garantindo às mais de 130 mil famílias que recebem a complementação de suas aposentadorias e pensões um futuro de tranquilidade, já que o plano de contribuição variável (Postalprev) mantem sua trajetória superavitária, equilíbrio técnico e em constante crescimento de seus recursos garantidores.

Boa leitura!

Diretoria Executiva